É para isto que serve o inferno!

A doutrina do inferno é uma das mais complicadas de entender na Bíblia. Muitos não concebem que um Deus amoroso possa ter criado uma lagoa de fogo em que homens e mulheres queimam noite e dia. O inferno é descrito como um lugar tenebroso, criado para o diabo e seus anjos, no qual todos os que se opõe a vontade de Deus serão severamente punidos.

Mt 10:28 “E não temais os que matam o corpo e não podem matar a alma; temei antes aquele que pode fazer perecer no inferno a alma e o corpo.”

hellfire1

Esta semana uma história chocou o país: um menino foi brutalmente assassinado pela madrasta e pelo pai, que agora se torna suspeito de ter matado também a mãe do garoto. Violência sexual até contra crianças. Genocídio, brutalidade, tortura. O mundo todo atinge níveis de crueldade elevados. Nunca ocorreram tantos fatos lamentáveis e logo surge a pergunta: Como pode existir Deus se acontecem tantas desgraças?

O inferno é a resposta. Um Deus perfeito justo não toleraria a maldade humana. Não a deixaria passar impune. O grande problema do ser humano é pensar que a existência acaba neste plano. Como Paulo afirmou: os que creem em Deus apenas para esta vida são os mais dignos de pena. Deus é espírito e a morte física não é um fim para Ele. O fato de ter um fim trágico não é necessariamente um final. A vida eterna pode ser ainda gloriosa. Da mesma forma uma aparente impunidade não garante que Deus não exercerá sua justiça. Deus é Senhor da morte e ninguém escapará de seu julgamento.

Jesus Cristo veio para redimir pecadores arrependidos. Todos pecaram. A maldade está impregnada no dna do ser humano e aqueles que não se arrependerem de suas maldades receberão justo castigo. O inferno não é um salão de tortura de um Deus sádico, mas a punição perfeita de um Deus justo. Não precisamos exercer a vingança pelas próprias mãos. Deus vingará toda a maldade humana.

Todos podem se arrepender, no entanto, tal como Faraó, Deus permite que seus corações fiquem endurecidos e não se arrependam. João cita pecados que são para a morte, pelos quais nem oração deveriam ser feitas. Não sei precisar quais seriam esses, no entanto é certo que a maioria daqueles que são considerados monstros em nossa sociedade serão perfeitamente punidos. O inferno não é o terror dos justos, mas o destino dos perversos. É em última análise um consolo para aqueles que não entendem as injustiça de nossos dias.

Em Cristo

Silvio Barbosa

A favor da verdade

2 Corintios 13:8 – Pois nada podemos contra a verdade, mas somente em favor da verdade.

Verdade é um conceito bíblico diferente do que temos em mente muitas vezes. Verdade significa na Bíblia aquilo que é real. Jesus pode se declarar como sendo verdade, não por apenas se opor àquilo que chamaríamos de mentira. Quando encontramos “ouro de verdade” estamos diante de um metal precioso e não de um joia falsa. Jesus é real, mas do que isso ele é a própria realidade, a base de tudo o que existe.

barra ouro

 

Estamos de volta….

Em Cristo

 

Silvio Barbosa

A Fé Infantil e A Ameaça de Rebaixamento

“Em verdade vos digo que, qualquer que não receber o reino de Deus como menino, não entrará nele.” Lc 18:17

criança-orando-2

Há onze anos atrás eu voltava de um retiro no Rio de Janeiro enquanto o Inter jogava contra o Paysandu, decidindo sua permanência na primeira divisão do Campeonato Brasileiro. Eu era um recém convertido, como pouco menos de um mês de experiência cristã. Durante todo aquele fim de semana esqueci do futebol, no entanto durante a viagem de volta a Porto Alegre o drama do jogo voltou à minha mente. Em uma época sem Smartfones era difícil acompanhar as partidas. Não acompanhei nem pelo rádio, mesmo que fosse uma rádio de outro estando dando apenas o resultado. Somente lembro que orei muito para que o pior não acontecesse. Em uma parada da viagem, em Santa Catarina, soube do resultado do jogo e também que estávamos livres da segunda divisão.

Onze anos depois o risco de rebaixamento bate a porta novamente, mesmo que seja mínimo segundo as estatísticas, e me faz parar pra pensar se poderia orar da mesma maneira. A maturidade Cristã nos faz pensar que Deus tem coisas muito mais importantes para pensar que em um simples jogo de futebol. Nos faz pensar que se porventura ele pensa em jogos de futebol, como privilegiar a oração por um clube, quando outros oram por outro clube? Como saber se Deus não está permitindo que a soberba seja derrubada? Ah! Era muito mais fácil orar naquele distante 2002, quando a fé em Jesus ainda não possuía quase nenhum conhecimento.

Talvez nesse ponto Deus não queira nos ver crescidos. A fé infantil tem como seu alvo um pai cheio de amor e compaixão que se importa com nossos sofrimentos. A fé de uma criança espera ardentemente que seu pai venha em seu favor. O choro é um sinal de dependência e rendição, um sinal que chama aquele que pode interferir e transformar qualquer situação. Talvez seja por isso que Deus permite que passemos por sofrimentos terríveis, pois quando estamos no meio dele, não temos outra alternativa senão nos pormos de joelho orando. Paulo afirmava que “chegou a desesperar da própria vida para aprender a crer no Deus que ressuscita os mortos.”

Crescer significa entender melhor o mundo a nossa volta, no entanto jamais pode significar perdermos esta confiança infantil no nosso Deus!

Em Cristo

Silvio Barbosa

Faça uma dieta pra Deus

“Seria este o jejum que eu escolheria, que o homem um dia aflija a sua alma, que incline a sua cabeça como o junco, e estenda debaixo de si saco e cinza? Chamarias tu a isto jejum e dia aprazível ao Senhor?”


O Jejum, apesar de ter diminuído em frequência  é uma prática bastante comum em nossas igrejas. Normalmente é praticado abstendo-se de uma ou duas refeições. Não questiono a validade da disciplina pessoal, no entanto temo que muitos realmente jejuam sem ter ideia do que estão fazendo.

Antes de mais nada permita que exponha um pouco  do que penso a respeito do jejum. 1. Não comer não torna ninguém mais santo do que outros. 2. Jejum é um disciplina espiritual, fortemente ligada ao domínio próprio. 3. Tem como característica a negação da carne, portanto torna-se simbolo de nosso desapego ao ego. Visto dessa forma o Jejum é de muita utilidade, porém não tem sido praticado dessa maneira. Alguém acredita que está agradando a Deus ao ficar um dia inteiro sem comer, para em uma refeição comer muito mais do que em um dia inteiro?

Precisamos ser inteligentes em nossa vida espiritual. O que você julga que Deus prefere: um dia sem comer ou a escolha voluntária por ingerir a metade dos alimentos que normalmente consumiríamos por 40 dias ou mais? A gula é considerada pecado na Bíblia, assim como qualquer coisa que nos prenda ou nos domine. Se somos escravos da comida, não estamos servindo a Deus.



Não me entenda mal, gosto de comer, não vejo problema nenhum em comer bem, contudo precisamos controlar nossa alimentação, e não sermos controlados por ela. Quando você escolhe comer menos, isso certamente irá refletir no seu peso, então será que existe melhor regime do que exercitar o domínio próprio? 

As vezes nós complicamos demais a vida cristã. estabelecemos metas inatingíveis. Somos como os fariseus descritos por Paulo como “zelosos, mas sem entendimento”. Peça a Deus nesse momento que ajude você a desenvolver o auto-controle, pois é através dele que você dirá não parra seu ego todos os dias. “Posso todas as coisas, mas não serei dominado por nenhuma”. Então, faça uma dieta pra Deus e veja o poder espiritual que ele derramará na sua vida.

Em Cristo
Silvio Barbosa

Conhecimento e Atitude

Existe um conceito muito comum em nossas igrejas de que a Bíblia não nos foi dada para obtermos conhecimento, mas sim para transformar nossas vidas. Em uma análise rasa, a frase é perfeita, pois o objetivo final da palavra de Deus é sempre a transformação do indivíduo, no entanto é perfeitamente bíblico que essa transformação se opera através do conhecimento da revelação eterna.

“Não se amoldem ao padrão deste mundo, mas transformem-se pela renovação da sua mente, para que sejam capazes de experimentar e comprovar a boa, agradável e perfeita vontade de Deus.”


“E conhecerão a verdade, e a verdade os libertará”.


Muito se tem falado de atitude cristã em oposição àqueles que tem apenas conhecimento mecânico das escrituras, no entanto este pensamento levado ao extremo tem produzido crentes bem dispostos, mas incapazes de atingir a maturidade cristã e inaptos para levar outros a cristo. Não é a toa que muitos tem se tornado apenas ponte entre os incrédulos e o pastor da igreja, pois se perguntados sobre a razão de sua esperança, são incapazes de demonstrá-la claramente.

É bastante sintomático que a maturidade da igreja tem diminuído na direta proporção que tem diminuído a frequência aos encontros de ensino e discipulado. Muitos líderes não tem interesse no desenvolvimento intelectual de seus liderados, pois um povo não instruído é mais fácil de manipular. Não se engane, Deus distribuiu os dons de pastores e mestres para que a igreja cresça em conhecimento e assim possa atingir a maturidade plena,  a estatura de homem perfeito  O conhecimento não é inimigo da atitude cristã, mas sim sua base e seu combustível.

Obviamente conhecimento pelo conhecimento não gera frutos, no entanto divorciar teoria e prática pode gerar resultados destruidores na igreja. Hoje muitos tem medo de discordar, de debater, mas essa é a forma como o conhecimento é aprimorado. Paulo questionava Pedro publicamento. Os Corintios pediam instrução a Paulo. As cartas do novo testamento são  essencialmente didáticas. Os evangelhos foram dados para que conhecêssemos os fatos da salvação. Você acha realmente possível ser cristão sem buscar conhecimento? Até mesmo o Espírito Santo nos é dado na forma de professor.

Mas o Conselheiro, o Espírito Santo, que o Pai enviará em meu nome, lhes ensinará todas as coisas e lhes fará lembrar tudo o que eu lhes disse.


Você ainda acha possível? Não tente se enganar, se você não buscar o conhecimento, certamente acabará dominado por algum líder inescrupuloso que a Bíblia descreve como lobo voraz. Estude, leia, busque saber o máximo possível acerca dos fatos da fé, pois com certeza será de muita utilidade, como para Timóteo que fora instruído em toda a escritura. E lembre-se que aquilo que você sabe, ninguém jamais será capaz de roubar.


Em Cristo

Silvio Barbosa

O Deus da Vitória

“Você, porém, ó Israel, meu servo, Jacó, a quem escolhi, vocês, descendentes de Abraão, meu amigo, eu os tirei dos confins da terra, de seus recantos mais distantes eu os chamei. Eu disse: “Você é meu servo”; eu o escolhi e não o rejeitei. Por isso não tema, pois estou com você; não tenha medo, pois sou o seu Deus. Eu o fortalecerei e o ajudarei; Eu o segurarei com a minha mão direita vitoriosa. “Todos os que o odeiam certamente serão humilhados e constrangidos; aqueles que se opõem a você serão como nada e perecerão. Embora procure os seus inimigos, você não os encontrará. Os que guerreiam contra você serão reduzidos a nada. Pois eu sou o Senhor, o seu Deus, que o segura pela mão direita e lhe diz: Não tema; eu o ajudarei. Não tenha medo, ó verme Jacó, ó pequeno Israel, pois eu mesmo o ajudarei”, declara o Senhor, seu Redentor, o Santo de Israel.



Todos vivem momentos nos quais as forças parecem acabar. Depressão, angústia e um sentimento de desespero são a realidade de muitos cristãos. Não é difícil encontrar pessoas que, mesmo sem admitir, desejariam a morte. Não devemos julgá-los. O grande Elias passou por isso. Paulo declara por momentos ter desesperado da própria vida. Pedro abandonou tudo e voltou a pescar.



Esse sentimento é natural. Estamos em constante batalha contra as forças do maligno. Satanás com astúcia, reforça aos nossos olhos nossas falhas e dificuldades a fim de nos derrotar pela desistência. Não podemos permitir que o exército do Senhor seja destruído por tão ardilosa mentira.

Jesus na cruz triunfou sobre “principados e potestades” em clara alusão às forças do maligno. No calvário ele teve vitória total e irrevogável. o diabo sabe que seus dias estão contados e agora se volta contra nós a fim de levar o maior número de almas com ele para a perdição. Sua ira se manifesta sobre o povo de Deus e a grande tribulação descrita no apocalipse é o ápice simbólico dessa batalha. Mesmo os martirizados são vitoriosos pois o a história não se resume a esse mundo.

A mensagem para os cristãos é que Deus jamais se esquece de nós. Ele é fiel a sua aliança e não permite que o desespero triunfe. Nos piores momentos ele nos toma pela mão e faz com que desapareçam todos os nossos inimigos. Jesus venceu e nos dá a vitória junto com ele. Não desista! aqueles que confiam em Deus sabem que nada é impossível para aquele que crê. A montanha que tanto te assusta não passa de um punhado de terra para o nosso poderoso Deus.
Em Cristo

Silvio Barbosa