Tornando-se grande diante de Deus

A sede por poder é uma constante em nossa sociedade desde os nossos primórdios. Homens e mulheres empreendem grande esforço para obter um nome perante a humanidade. Estamos acostumados a elogiar e reverenciar aqueles que atingiram posição de destaque. Estadistas, cientistas de renome, filantropos, homens de negócio. Nosso pensamento sempre se volta a ser como eles.

No cristianismo, enfrentamos a mesma situação: somos ávidos por poder. Isso não é exclusividade nossa, mas mesmo entre os apóstolos podemos observar este sentimento. “Então se aproximou dele a mãe dos filhos de Zebedeu, com seus filhos, adorando-o, e fazendo-lhe um pedido. E ele diz-lhe: Que queres? Ela respondeu: Dize que estes meus dois filhos se assentem, um à tua direita e outro à tua esquerda, no teu reino. (Mt 20:20-21)” Dois apóstolos querendo posição de destaque no reino. Antes de condená-los, vamos ler a reação dos outros apóstolos.: E, quando os dez ouviram isto, indignaram-se contra os dois irmãos. (Mt 20:24)” Sua raiva não era devido ao zelo do Senhor, mas pela sensação de poderem se tornar integrantes menores do reino.

Jesus em sua sabedoria divina não os recriminou por quererem ser grandes, no entanto, mostrou a eles a chave para a genuína grandeza cristã.: “Então Jesus, chamando-os para junto de si, disse: Bem sabeis que pelos príncipes dos gentios são estes dominados, e que os grandes exercem autoridade sobre eles. Não será assim entre vós; mas todo aquele que quiser entre vós fazer-se grande seja vosso serviçal; E, qualquer que entre vós quiser ser o primeiro, seja vosso servo; Bem como o Filho do homem não veio para ser servido, mas para servir, e para dar a sua vida em resgate de muitos. (Mt 24:25-28)”

Jesus não nos condena por buscar um nome, no entanto mostra que a forma de conquistá-lo é através do serviço. A galeria dos chamados heróis da fé é composta por homens que realmente serviram a Deus com grande sacrifício. Estes receberam grande testemunho de Deus de que o mundo não era digno deles. Deus subverte nossa noção de grandeza. pra nós maior é o que é servido, pra Deus maior é o que serve.

Nós descrevemos Deus como um soberano exigente, a Bíblia descreve Deus como um pai amoroso que tem prazer em fazer coisas boas para seus filhos. Aquele que faz a chuva cair sobre justos e injustos, aquele que faz o sol nascer, aquele que sustenta em suas mãos nossas vidas e todo o universo.

Jesus veio para servir e se continuamos no mundo é pra servir também. Desejo do fundo do meu coração ser o maior cristão vivo na terra, mas sei que para ser teria que me tornar o servo de todos. Muito provavelmente não serei, mas a única forma de me aproximar desse objetivo é servindo. Sigamos este caminho que nos leva a cada momento mais perto de Deus.

Em Cristo

Silvio Barbosa




Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s